11/02/2006

Saudade

Image Hosted by ImageShack.us

Saudade do que não vivi, do que não tive,
Do que não alcancei, do que não vi.
Saudade de mim.

Saudade do meu olhar, tentando me convencer.
Do meu otimismo presente, mesmo quando ausente.
Das minhas mal traçadas linhas, esboçadas,
abandonadas, por entre os papéis.

Saudade da minha fé, do meu comportamento
anacrônico, despretencioso, sutil, sincero, fiel.
Daquilo que sempre existiu:-
- a minha cumplicidade -
Saudade de mim.

Saudade de Neruda, de Drummond, de Lispector.
Dos meus livros. Dos meus fortes indícios.
Saudade de Nijinsky, de Miró, de Dalí.
Da minha melodia, da minha coreografia.

Saudade da minha ingenuidade.
Da minha percepção ora aguçada, ora falha.
Do meu antagonismo, do surrealismo,
do classicismo, do renascentismo.
Saudade de mim.


Saudade da minha busca incessante.
Das minhas desilusões que entornaram ao chão,
Do meu apêlo, da minha sofreguidão.
Das lágrimas recolhidas. Do amor que sempre tive.

Saudade do meu riso, mesmo quando contido.
Da minha maneira de Amar a Arte,
De viver por ela ou ser por ela.
Saudade daquilo que nunca amparei:-
- a minha solidão -
Saudade de mim.

Saudade da minha devoção, da minha compaixão.
Da minha intuição, da minha contrição.
Da minha ávida procura pelo equilíbrio constante,
No contratempo que transportei ao tempo.

Saudade dos meus sentimentos à flor da pele.
Do meu fino gesto, das minhas contradições,
Das minhas coleções, das minhas afirmações.
Saudade de mim.

Saudade daquilo que não vivi,
Do que não fui, do que não vi.
Saudade de, talvez, um dia,
reviver a saudade que há em mim.

(By Daniele Vasques)

----------#----------

NOTA:-


Acaba de ser lançado o Livro, "Index Poesis",
em Cacilhas - Portugal, cuja iniciativa, fora
dos Poetas Almadenses, que já possuem a
tradição de anualmente publicarem livros
cujo conteúdo é a poesia.

O Livro "Index Poesis",
tráz 57 poesias memoráveis, bem como,
uma nota sobre cada autor(a).

As obras foram escolhidas com muito esmêro,que
só poderia advir de Minda (Ermelinda Toscano),
uma poetisa magistral.Nessa obra alguns brasileiros
foram honrados, com o convite de participarem
com seus poemas. E um deles fui eu, com o meu
poema Trago Arte Como História.

O preço de cada exemplar é simbólico, o intuito
é apenas e tão somente promover a arte.
Para todos que estejam interessados em saber
um pouco mais sobre essa obra maravihosa, entrem

no Blog Poetas Almadenses,
ou entrem em contato com Ermelinda Toscano,
Do Blog Infinito'S

Minda , minha Amiga Amada, e a todos que
participam do Blog Poetas Almadenses, cá
estou acompanhado todo o movimento. E quero
parabenizar pela iniciativa e por amares tanto
a cultura, por trabalhares por ela, com o
único intuito, levar a todos o que há de melhor.
Beijos nos vossos corações.
(By Daniele Vasques)

16 comentários:

Valeria disse...

A saudade e suas formas,lindo , intenso o que escreveu ... e acredito que entendo um pouco sobre saudade ... Tantos tipos , um deles qdo sentimos imensa saudade de alguém e nada podemos fazer então procuramos um pouco dessa pessoa em nós e acabamos sentindo saudade de nós mesmos .
Beijos e bom final de semana a vc e ao Ví !

Tó Luis disse...

Olá Daniele...
(NA GALERIA...)
Obrigado pela tua sensibilidade na apreciação do DOCE AMOR...tudo o que disseste , desde a tal harmonia perfeita a tudo o que nos pode transportar para as várias situações até ao gozo e tudo mais ,no fundo é a simplicidade desta natureza humana a onde o nú é visto por mim como uma coisa natural mas dar-lhe o toque da delicadeza e aprofundar o prazer sexual...
Quando falas do Gustav Klimt , bem aí minha amiga acertas-te em cheio , quando pintei esta pintura senti-me fortemente influênciado por parte da sua obra , principalmente após o ano 1900 a onde ele pintava o simbolo (mulher)com uma beleza extraordinária , quebrando certos tabús...
Com respeito ao cronograma da Galeria , agradeço essa lembrança , em breve vai estar disponivel...conto contigo...
Agradeço-te imenso por ires ao interior da minha pintura...

(AQUI NAS MULHERES DE PRETO)
Saudade , saudade , saudade a eterna saudade...mas aqui penso que a saudade é algo no corrente presente , não vejo que possas estar longe do que escreveste , julgo que toda a sensibilidade que está em ti é constante e até posso-te fazer um certo desafio , que tal um post sobre Klimt?...e por muito que possa ser complicado , acredito que irás fazer um post semelhante ao da Frida ou até superior , que tal?
Aparece na Galeria para em dares a resposta do desafio , espero que não o tenhas feito anteriormente e que seja uma resposta positiva , se quiseres falar mais do DOCE AMOR estou disponivel para tal...
Daniele um BEIJO para ti e tudo de bom , Um Abraço
Tó Luis

Marco António disse...

A saudade de um ontem recordado e vivido na procura de um sabor deixado no paladar do tempo.
A saudade de um dia recuperar aquilo que na realidade consciente somos, para reviver a vida em autenticidade desse Eu e desse Tu no interior do corpo, do outro lado da alma.

O corpo parte
A alma permance
A saudade desvanece
O Eu que não vivi
Vivo através do tempo
Que vai
Que marcha
Que parte
Mas o Eu e o Tu com esse Nós interior fica no túnel do olhar dessa saudade
Que nos faz viver e sonhar na distância do outro Eu.

Ao sentir o inconsciente toco na alma profunda daquilo que não vivi mas que viverei um dia no ontem de um amanhã.

Lindo.

Um abraço,
Marco António

Estrela da Noite disse...

Oiiiiii estava no cantinho da Val e te achei, seu blog ta lindo,
parabens, esse post é maravilhoso,
acho importante falar e sentir a saudade, BEIJOS,
BOM FINAL DE SEMANA

Soraia disse...

Oi maninha linda!!!
Eu vim rapidinho, eh q to indo mimi..rs
mais antes quero desejar a vc uma boa noite e pedir aos anjos q te iluminem....Te amodoro....
Sinta meu abraço!!!Bjuxxx

Soraia E filhotas disse...

Oi maninha querida!!
Ó eu aki de novo...rs
Eh q vim te avisar q fiz outro blog, para suas sobrinhas, pois ficaram com ciumes do maridão, sabe como eh filho neh??rs
Depois passa lah e pega o award pra vc....Bjuxxx

Lino Resende disse...

A saudade é uma coisa normal? Sempre me pergunto isso. E não encontro uma resposta. Como todos, eu também tenho saudades de muitas coisas, mas me propus a viver o presente, olhando tudo isso como pano de fundo do que foi minha vida.

farinho disse...

A saudade é sempre um bom sentimento, é porque já vivemos e sinal que estamos vivos para a
sentir.

Beijocas.

Tina disse...

A saudade é um sentimento quase que inevitável, mas prefiro as lembranças...

beijos querida, lindo texto!

ciganaglobetrotter disse...

SAUDADDES.....CHEGUEI E VIM TE VER...BEIJOCAS

SHIPS disse...

TEMI QUANDO TE FALEI..TEMI POR TE PARECER CONTRÁRIO, TEMI QUE POR UM MOMENTO ESTIVESSE ULTRAPASSANDO TEUS LIMITES.....
MAS EU PRECISAVA ME EXPOR, TE CONTAR QUE ALGO NÃO ERA COMO FINDAR DE UM BELO DIA, HAVIA COISAS DESCONEXAS.......TEMI TE PERDER......
POR CAUSA DE MINHAS PALAVRAS.

Tó Luis disse...

Olá Dani...

Tens todo o tempo nessessário para realizares um bom trabalho sobre Klimt , eu espero por esse momento de lazer e sei que o vais fazer com carinho e devoção pela arte...mais uma vez dou-te os parabens pelo excelente post que fizeste sobre Frida Kahlo , foi intenso ao teres uma bela construção de texto...
Frida vs Klimt fico com curiosidade em te lêr...
Desafiaste-me a descobrir quem é o pintor mistério...mas a verdade é que fiquei um pouco confuso porque foram tantos e bons mestres que faleceram no inicio do séc. XX , daí não me lembrar de nenhuma figura anjo em particular...
Desculpa só agora vir aqui mas nas ultimas horas tenho pintado com intensidade e o tempo tem sido curto )
Bjs Dani , tudo de bom...

Segunda Pele disse...

Muito bonito, gostei daqui.
Beijos!

Vera disse...

Queria Daniele, sempre lindos os teus poemas! Essa saudade está maravilha! Muito tocante e emotiva!
Parabéns também por participares no "Index Poesis", tenho a certeza que será um sucesso!
Beijinhos grandes e tudo de bom!

redonda disse...

Gostei do seu blog, dos textos, imagens e som.

Tó Luis disse...

Olá Dani...

Não me passou pela cabeça que poderia ser Adolphe Bouguereau , pensei em alguns pintores mas também possivelmente não percebi o teu trocadilho entre o Anjo e o Nú , mas sinceramente fiquei satisfeito por sentires uma paixão pelo trabalho de Bouguereau e pela face em que o tema era Anjos , foi uma agradável surpresa para mim esse teu gosto...quanto a Klimt fico ancioso pelo teu futuro trabalho com uma certeza quando o lêr pensarei apenas em...Gustav Klimt , porque é como tu o dizes...( Há sempre novas emoçôes , novas visoês , novas sensaçôes...) Muito bem sentido Dani , eu quando pinto sinto sempre essa mistura de sentimentos...

Beijinho para ti e tudo de bom...
Tó Luis