5/05/2007

Poema de Artur Vaz

É com imensa honra que a partir de hoje esse
espaço conta com a presença do ilustre escritor
e poeta português, Artur Vaz. Premiado em
vários concursos literários, foi galardoado,
em 2002, com o Prêmio Ensaio LASA no IV
Concurso Literário Internacional Maria
Barbosa du Bocage, com um ensaio biográfico.


Em 2003 foi distinguido, pelo Município de Almada,
com a Medalha de Prata de Mérito Cultural. É sócio
da Associação de Cidadania de Cacilhas. Está
referenciado em várias antologias literárias.


Artur Vaz tem contribuído com seus valiosos
escritos em vários sites:

------>O Pharol<------

------>Versos Mineiros<------

------->Debaixo do Bulcão<-------

E agora passa a ser membro cativo desse espaço.
Meu amigo estimado Artur, seja muito bem vindo,
é uma honra infinita receber a sua colaboração.


Abaixo segue a poesia de Artur Vaz, cujo
título é : "Deserdado da Vida"



Deserdado da Vida


A um amigo...


Vivo pobre sem carinho

repudiado pela sociedade

aquela que costuma ser superior

a tudo o que nela existe.

Não tendo o conforto de ninguém

habito numa mágoa profunda

dum sofrimento longínquo

que no meu coração entrou.

Caminho por estradas imaginárias

julgando-me o herói

das batalhas que eu enfrento

da minha curta ilha

que a sociedade me deu.

Alimento a minha dor com o suco

aquele suco gástrico e amargo

que do meu sofrimento nasce

em plena complexidade.


Meus cabelos sujos e mal cheirosos

minhas roupas podres e mal cheirosas

meu corpo negro e chupado,

numa escassa folha é desenhado,

p’ra mostrar ao mundo ignorante

que nele a fome a miséria

já é bastante.

Minhas pernas esguias e torcidas

meus olhos saídos das pálpebras

minhas roxas e macias

fazem de mim um espectro.


Fui deserdado da vida

que fez de mim um inútil,

que sobrevive por favor

num bocado de terra negra,

onde só há maldade

em vez de nascer amor.

ARTUR VAZ


Extraído do livro “Poemas”, 1994

23 comentários:

Daniele disse...

Querido, estimado amigo e poeta Artur Vaz,

É com grande honra que esse espaço, agora conta com a sua colaboração. Conheço seus versos desde a publicação do Index Poesis me encantei de imediato. Aliás não houve quem não ficasse atônito diante dos seus versos magistrais.

O Espaço é seu. No que tange a esse poema memorável há sempre a visão perfeita que você lança sobre a sociedade. Meu querido Artur é um deleito puro sua poesia.

Beijos,
da amiga e fã
Daniele Vasques.

Bill disse...

Grande aquisição, Dani!
Excelente poeta, bela poesia!
Só vem trazer mais brilho à sua página, que eu amo tanto.

Fúria das Águas disse...

Querida Dani e é uma imensa alegria pra nós conhecer mas um grande poeta.
Que ele seja bem vindo a tua casa e ao nosso conhecimento.
Um beijo
Fica bem
Furia

RUTE FONSECA disse...

Sou poetisa e como tal conheço bem a obra de Artur Vaz, escritor, jornalista e poeta.
Homem de verticalidade e que acima de tudo tem na cultura a sua grande paixão.
A sua intervenção cultural no concelho de Sesimbra, onde é Presidente da ECOSD'ART-Associação Cultural tem sido algo de muita intensidade, dando a conhecer novos valores das artes e das letras.
Fico contente pela inclusão de Artur Vaz no vosso lote de colaboradores e penso que o blog Mulheres de Preto irá ganhar muito com essa atitude.
Não poderia deixar de expressar neste meu primeiro comentário o meu apreço pela poesia de Daniela Vasques, que a partir de agora serei uma fiel fã.
Pena é que a distança entre o Brasil e Portugal, seja tão grande para vocês poetas e escritores irmãos partilharem com o Artur Vaz o ambiente mágico que será o lançamento do seu último livro no dia 19 de Maio, em Almada, municipio que reconheço o seu empenho cultural.
Estarei lá preesnte e estou convicta que o autor se lembrar de vós companheiros de escrita.

Um grande beijo
Rute Fonseca - Sesimbra - Portugal

A.S. disse...

Meu caro Artur Vaz (permite que o trate assim) um homem não se avalia pela aparência, mas sim pela grandeza de carácter! E os poetas, caracterizam-se pela sua sensibilidade e pela forma como olham para esta decadente sociedade!

Deixo-lhe um abraço!

littledragonblue disse...

Bela Homenagem que fizeste a alguém que admiras ;)
Um beijinho para ti e votos de um bom fim de semana
littledragonblue

Arlindo Silva disse...

Muita palavras estão ainda por escrever por este homem, Artur Vaz, que é uma referência da escrita e de Almada. Tem feito um trabalho meritório de pesquiza histórica no Concelho de Almada.
Daniele Vasques encantei-me com sua poesia.

Uma parceria de sucesso.

Guilherme disse...

Sou fã das poesias intimitas da Daniele, sabedor da paixão que a move, a cultura. E agora esta união só vem acrescentar a nós leitores.

Artur Vaz, sua poesia tem a função da crítica a uma sociedade falida. A função da crítica não é apaziguar, mas sim relatar e, assim você o fez no seu poema.
Conquistou mais um leitor.

Espero que seu livro - Almada Gente Nossa - seja lançado também no Brasil.

abraços

Jorge Santos disse...

O escritor e poeta Artur Vaz tem sido ao longo dos anos um paladino em prol de uma sociedade mais justa. Daniele lendo seus poemas, percebe-se que a poesia é o espelho da cultura de cada país e você representa como poucas a cultura do brasil.

abraços

Jorge dos Santos

Vera disse...

Minha querida amiga, ou deverei dizer amigos, este blog ficou ainda mais grandioso com a prsença do grande Artur Vaz!
É uma honra para quem visita este blog poder ler tão sublimes poemas. Parabéns pela ideia, pelo novo projecto!
O poema é absolutamente magnífico! Perfeito mesmo!

Mil beijos

S.M.R. disse...

O tempo por vezes não estica mas...a viagem fabulástica lembras?
Não me esqueci!
Ela acaba de começar aqui:http://nas-asas-de-um-sonho.blogspot.com/
Hoje vim a correr avisar, todos os que queriam viajar comigo...depende agora de quererem ou não ao meu ritmo!
Um bj Sony
Espero que aceites!

Nilson Barcelli disse...

Ficaste com uma parceria de peso.
Não conheço nada do autor, mas se tu dizes que é bom...
Bom Domingo.
Beijos.

o alquimista disse...

A musicalidade das palavras alimenta-me a alma...

Os Deuses não vivem na lagoa, apenas recolhem o pranto, transformado manto de água em certas noites de encanto.


Bom domingo...feliz dia da mãe...


Doce beijo

Ricardo Rayol disse...

Uma importante contribuição ao seu já maravilhoso blog dileta.

Daniele disse...

Querido Bill Sabia que você seria um dos primeiros a prestigiar, pois sei o quão voltado a cultura es tu. Beijos

Querida Lênia Muito obrigada por estar sempre prestigiando com todo o carinho que há em ti. Beijos

Querida Rute Fonseca Tudo que dissermos sobre Artur Vaz, sempre será pouco. Eu o conheci na ocasião do livro "Index Poesis", em que ambos fizemos parte. Me encantei de imediato e logo vislumbrei um homem ético, voltado para as questões sociais. Obrigada pela gentileza para com a minha pessoa nobre poetisa Rute Fonseca. Seras sempre muito bem recebida. Agradeço imensamente seu carinho. Beijos

A.S. Você sintetizou memoravelmente o que é um poeta e você o faz de cátedra, por ser um grande poeta. P.S.Não pedi sua anuência, me desculpe, mas fiz um link do seu blog. Beijos

Querido LittleDragonBlue Não prestei homenagem a Artur Vaz, tudo que eu possa ter dito sobre ele é muito pouco no que tange a magnitude da obra, do ser humano. Sem dúvida Artur Vaz hoje é uma das vozes mais conhecidas de Portugal, com seu trabalho atuante, ético. Beijos.

Arlindo Silva Acompanho do Brasil os passos de Artur e sem dúvida a voz de Artur jamais poderá se calar é uma voz necessária e o mais importante é uma voz atuante. Beijos

Querido Gui Você colocou muito bem, jamais apaziguar e sim relatar. No que tange a aquisição da obra, estou ávida por adquirir a obra de Artur e de Vera Silva. Compartilharemos as obras. Beijos

Jorge Santos E como precisamos de paladinos para a sociedade. Tanto em Portugal, como no Brasil. Agradeço profundamente as palavras deixadas a minha pessoa. Beijos

Minha tão querida amiga e poetisa Vera Silva Sempre sei que posso contar com você para tudo. Es uma mulher indescritível, sempre envolta na cultura, sempre prestigiando e buscando avidamente aquela e muitas vezes me direcionando. Tudo que eu fale sobre você sempre será pouco. Porque você é um diferencial. Beijos

Querida Sónia Obrigada pelo convite e creia-me que estarei presente nessa viajem. Beijos

Querido Nilson Amigo Poeta, lhe agradeço imensamente por sempre estar nesse espaço comentando e prestigiando. Beijos

Querido Alquimista Seus versos são balsamo para a alma. Obrigada por partilhar tanta leveza, lirismo. Beijos

Dileto Ricardo Sei que posso contar com você a qualquer momento. Agradeço profundamente a sua gentileza, a sua amizade e os seus versos. Beijos

Ora Anjo...Ora Lilith disse...

Simplesmente...PERFEITO

Beijos

Anônimo disse...

Minha querida Dani
Estás muito bem acompanhada, parabéns!

A um Poeta
Perto da euforia louca da lua
A mulher se entrega e de joelhos
Revela seu destino nesses trechos
Colore, e beija, e finge, e dorme, e nua!

Diga, faça dessa marca os seus dedos
Do lápis e caneta, já na rua,
Os meios pelos quais não se destrua
A metáfora à luz dos seus segredos

Desvele solidões sem sacrifícios
Navegue devagar na caridade
Doe à fera a bela com artifícios

Engula os medíocres sem maldade,
Falsários, mantenedores do ofício
Que a vida reservou à humanidade
Cíntia

Tenha uma linda semana minha irmã de alma!

Elisabete cunha

Lino disse...

O poema me fez lembrar um outro português, o José Régio, com o seu Poema Sujo.

mago dos sonhos disse...

Saudações!

O Mago, prefere descrever esta divinal colaboração, não como uma "aquisição"(palavra aqui dita, mas de sabor materialista na minha humilde opinião), mas antes como uma perfeita união. Sublime companhia. De palavras nuas e sentimentos despidos, numa sociedade corrompida, é homem intemporal, que nasceu e vive de forma igual, simples, verdadeiro, poeta sentido, homem de moral.

Sonhos Mágicos

cantabile disse...

Parabéns para nós! Agora teremos uma parceria de altíssimo nível.
beijos e boa semana

hilda disse...

Dani, um parceiro de grande valor, sem dúvida. Não o conhecia mas o poema já me demonstra isso e também o currículo que divulgou.

Obrigada Dani e obrigada Artur Vaz.

Beijos

Daniele disse...

Minha querida amiga e poetisa Vânia Alegria infinita a sua volta, obrigada minha linda pela sua delicadeza sempre presente. Beijos

Bete, minha irmã da alma Obrigada por estar sempre ao meu lado, sempre emanando luz, amor, fraternidade e tudo o que há de mais puro e belo. Beijos

Querido amigo Lino A sua presença é uma alegria infinita sempre com seus comentários precisos. Muito obrigada por todo o carinho. Beijos

Querido, encantador Mago As suas palavras são ouvidas, sentidas, acalentadas e cravadas no coração. Falaste com precisão ímpar sobre Artur Vaz, esse homem que dedica a vida em prol das questões socias. Obrigada adorável mago por permitir comungar contigo nos seus textos memoráveis, reflexivos, que traz a tona todos os sentimentos que envolvem o Ser. Tens o dom de adentrar em nossas almas e ver o que ninguém vê. Beijos

Querida Cantabile Agradeço demais o seu apreço, as suas palavras sempre tão doces, sempre presentes. Sua presença enriquece demais esse espaço. Beijos

Querida Amiga Hilda Artur é um homem de supremo valor. Sem dúvida muito aprenderemos com Artur. Agradeço por demais a sua delicadeza, sei que posso contar com você minha amiga de múltiplos talentos. Beijos

P.S. Por falta de tempo, pela ocorrência do lançamento do livro e por inúmeras atividades que Artur Vaz tem, estou agradecendo por nós. Estou enviando cada mensagem à ele e, no momento oportuno Artur irá até cada um de vós.

Artur Vaz disse...

Minha amiga
Daniele

Em primeiro lugar queria testemunhar o meu agradecimento pela divulgação que tens feito à minha obra poética, bem como ao meu livro ALMADA GENTE NOSSA II Volume,que irei lançar no próximo dia 19.
Para todos os que comentaram e para ti minha querida e grande poetisa,a gratidão e reconhecimento.
São os vossos juízos que me fazem cada vez mais afoitar-me para a escrita.
Bem haja a todos vós.
Oportunamente enviarei para o blog nova colaboração.
Do vosso admirador
Artur Vaz