2/26/2007

Delírio

Necessidade imprudente,
cega, delirante,
dilacerante.

Percepção
discreta à violar.
Desencontro
no encontro.

Envolvimento
sem envolver.
Sons longínquos
levam à trilhar.

Feições esquecidas,
gestos ternos,
ásperos,
deslocam caminhos.

Palavras veladas,
emudecidas, fronteiriças,
naufragando na poeira
dessa alma fria, vazia.

(by Daniele)

"Percorri almas, palavras, feições, gestos,
deparei-me com o vazio existente. Sangrei
"

16 comentários:

elisabete cunha disse...

Você é uma fadinha ou feiticeira prateadad das palavras?
Tudo que vc escreve é lindo!
um beijão enorme!!!

Cecilia disse...

Perfeito poema de doce tristeza, mas muito lindo e profundo.
Saudade de tuas visitas querida, apareça.
Beijinhos...
Cecilia
http://anjoasamorena.zip.net

Sheherazade disse...

Como vai a minha mais nova amiga-poeta? Apesar de um leve toque de melancolia, esse poema tá delirante, como todos os demais que escreves. Apesar de saber que "o poeta só é grande se sofrer", quero mais é te ver feliz, sempre!
Um beijo grande, querida!

Vera disse...

Querida Daniele, mais um lindíssimo poema saído da tua alma!
Por vezes deparamo-nos com pessoas assim... frias, vazias, sem alma... Sofrem e trazem a dor com elas.
Está muito profundo mesmo.

Um beijo enorme, com admiração e carinho eterno da tua amiga e fã que te adora

farinho disse...

Minha querida amiga Dani,
nem todas as pessoas são vazias, ainda existem pessoas cheias de amor, carinho, atenção e a prova está na Dani que é uma pessoa tão sensivel, sempre pronta a dar uma palavra de animo seja a quem for. Eu estou aqui embora do outro lado do atlantico, para ajudar naquilo que puder.


Uma beijoca cheia de estrlas para iluminar a tua alma.

Tina disse...

Lindo e triste. Mas tem momentos que faz bem prá alma.

Belos versos minha poeta linda, obrigada por dividir.

beijos querida,

espiritualidade misticismo disse...

Oi dani quanto tempo saudades, como vc está? espero que tudo bem, olha some não tá estou com saudades, ah é lindo esse posts parabéns, minha página no blogger está com problemas dai fiz essa ok visite-me te aguardo bjs carinhosos e muita luz em sua vida
Vanderlei

Cris Penaforte disse...

Dani querida...
Tudo bem? Desejo que sim...aqui tudo bem...Bom, já está lá no blog um post novo contando como foi a comemoração do meu aniversário...qdi puder, passe lá...E mais uma vez obrihado pelas lindas palavras! Te gosto muito viu???
Uma semana maravilhosa, Crissssssssssssssssssss...

Carlos disse...

Sempre maravilhoso visitar você.

Angela disse...

Querida Daniele, o teu poema é um belo devaneio em que as palavras se soltam, livres, como desabafo da alma.

Escreves tão bem!...

Um grande beijinho. Tu és uma mulher especial!

Ricardo Rayol disse...

Minha dileta Dani,

Feições esquecidas
Marcadas
Ferro e fogo
Necessidade delirante
Imprudência cega
Dilacerante
Alma vazia
De solidão
Plena
Ternura, temores
Expectativas
Sons envolvem
Palavras
Envolvimentos
Paixões

Uma bela noite bela dama.

Águas da Vida disse...

Lindo e profundo poema!
Vim convida-la para participar da pagina que acabei de fazer para divulgar blogs.
1001 blogs
http://milhaodeblog.blogspot.com
Participe!
Big Kiss

elisabete cunha disse...

Oi doce!
:)

Escorpiana Explosiva disse...

Linda imagem e belo poema. Percebo que ao escrever vc deixo que sua alma falase mas alto para sair tantas palavras maravilhosas como essas.

Um abraço.

elisabete cunha disse...

Bom dia princesa dos verbos!!!
:)

Cris COuto disse...

estive sumida maninha...perdi meu pc e tudo junto, minha agenda, minhas coisas....
mas to voltando aos poucos com a graça de deus
preciso de noticias suas
te amo.