9/01/2007

Branco & Preto


Esbocei os meus segredos,
os mais secretos, íntimos.
Crítica, delineei o meu sentir
à minha liberdade ao meu agir.


Na tela imaginei o calor
das nossas emoções.
Determinei as ilusões
O reencontro delimitei:
O toque não deixaria marcas.

Nem mesmo o beijo eu pintaria,
pelo pincel dos meus anseios,
contorno da minha saudade.


Preto e branco são as cores
em que visto o nosso abraço
que na pintura se arrasta.

Distante é o traço, fraco,
Abstrata é a dor.

(by Daniele)

14 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Minha dileta Dani, não tenho palavras para dizer o quanto ficou maravilhoso esse poema. Mandou bem demais.

Dimitri disse...

Bom dia Danieli, dando uma passada básica no seu blog. Sabe que quando vi o nome do seu blog. me chamou a atenção, achei interessante e qo o visitei, vi que correspondia a espectativa. E me surpreendi mais ainda com sua visita ao meu blog. Muito obrigado mesmo. O meu blog esta com problemas de arquivo, os primeiros posts não estavam aparecendo e agora estão.
Olha, seu blog sempre, lindo é "classudo"; "estiloso"; "chiquetérrimo".. rsrs.. Como o título do blog.
OLha, vc se importaria se eu postasse algum dos seus textos no meu blog? Eu respeito os seus direitos autorais? Seus textos são lindos.
bj
Dimitri

Cristiane disse...

Dani querida,

Estava sentindo sua falta, mas imaginei que vocês estivesse mesmo viajando, desejo que tenha aproveitado muito viu??? rsrsrs...

Lindo poema, como sempre...

É bom tê-la de volta, beijo carinhoso, Cris!

JPAnunciação disse...

Já ía tendo algumas saudades...
Arrastam-se calmamente estas palavras pelo meu pensamento, como um pôr-do-sol que só finda já muito depois do Astro Rei se deitar por detrás do firmamento.
A distância é sem dúvida "O traço, fraco".
Um beijo Grande.
Benvinda!

Edson Luz disse...

Oi Daniela,

Como sempre lindos poemas, tenho visitado regularmente seu blog e notei que andou ausente uns dias.

Gostaria de saber se poderia postar esse poema em meu blog, lógico com os devidos créditos? Abri um marcador para colaboradores e pretendo postar de tempos em tempos textos de amigos e de blogs que visito.

Um abraço e tenha um bom final de semana.

Andre Luis Soares disse...

DANIELE

Boa noite!

Por favor, leia com atenção!

É com base no modelo ‘Blog Day – Cinco Estrelas’, evento de sucesso idealizado pela Elza, do blog ‘NADA POR MIM’, que nós, ANDRÉ L. SOARES (do blog GRITOS VERTICAIS ) e RITA COSTA (do blog ALMA DE POESIA ), na condição de ORGANIZADORES (não participantes), lançamos agora o “PRÊMIO CANETA DE OURO – POESIAS ‘IN BLOG’ 2007”, com o objetivo maior de eleger, conforme o voto dos próprios ‘bloggers’, o ‘MELHOR POETA’ e o ‘MELHOR POEMA’ de 2007, postado em idioma PORTUGUÊS.

Acreditando que o intercâmbio de conhecimentos decorrente da leitura diversificada é benéfico ao desenvolvimento da poesia como um todo, o PRÊMIO CANETA DE OURO – POESIAS ‘IN BLOG’ 2007 objetiva, também, estimular a leitura, bem como a maior integração entre os ‘bloggers’ que escrevem poemas em idioma PORTUGUÊS.

A participação é opcional e gratuita, não implicando em quaisquer tipos de ônus aos participantes.

Assim, dando início ao “PRÊMIO CANETA DE OURO – POESIAS ‘IN BLOG’ 2007”, nós, André L. Soares e Rita Costa, Organizadores deste evento, indicamos o seu poema intitulado ‘EI-LO’ [ http://mulheresdepreto.blogspot....7/06/ei- lo.html ], postado em seu blog em 29.junho.2007, para ‘Concorrente Inaugural’, juntamente com mais outros 29 poemas. Por favor, leia com atenção as regras do concurso em: AQUI.

Caso aceite, confirme sua participação pelo email: canetadeouropoesia2007@gmail.com, para que possamos lhe enviar o conjunto de ‘arquivos do participante’ (‘regras’, ‘banner’ e ‘caixa de texto’).

Participe e nos ajude a construir um dos maiores eventos literários da Internet.
Gratos por sua atenção!


ANDRÉ L. SOARES e RITA COSTA.
Organizadores.
.
.
.
Andre Luis Soares

Tina disse...

Oi minha poetisa !

Abstrata é a dor: não há como descrever, só sentir.

E seus versos me fazem sentir.

beijo grande, com carinho e saudade.

sónia disse...

Belíssimo! É sempre mágico ler as tuas palavras. Li os teus últimos textos e maravilhei-me. é difícil decidir qual o mais belo!

beijos

Dimitri disse...

Boa tarde, Daniele...
Você havia comentado no meu blog que adovara a obra Tolstoi e eu visitando o seu, hoje, reparei no link "Victor Hugo", e especialmente a obra dele "Trabalhadores do mar", acho fantástica.Vou ver se faço um artigo no blog sobre Victor Hugo, mas se corre o risco de não se conseguir passar a real dimenção do autor.
Beijos.
Sempre, seu blog lindo...
Dimitri

Edson Luz disse...

Daniele como vai?

Estou optando por responder comentários dos leitores via e-mail e também deixar resposta no próprio post. Uma forma de interagir melhor com leitores e demais blogueiros. Se puder me passar seu e-mail, ou então poderá ver resposta do comentário sempre naquele post.

Grato, bjs. e até mais.

Edson Luz disse...

Daniele obrigado pelo comentário.

O tempo é realmente um tema que podemos discorrer muito sobre ele. Recentemente li em um blog, outro poema sobre o tempo, por sinal muito bom, mas acabei não anotando o blog, se achá-lo novamente te mando o link.

beijos.

Sheherazade disse...

E aí, tudo bem? Tomara que sim. Cuide-se, mana! Eu só quero te ver feliz.

Beijos enooooooooooooormes!

Fúria das Águas disse...

Minha querida amiga Dani, estou feliz em estar de volta, estava cheia de saudades.
Há coisas que não conseguimos pintar minha amiga, adorei este teu poema.
UM beijo
Furia

SEDÚCEME disse...

amei o poema... Te no blog do Dimitri e vim conferir. tem sentimentos aqui no teu canto!. Bjos da femme.