3/29/2007

Poesia, sonhos, palavras

Poesia
é o Sonho
em Palavras.


Sonhos
são Portais da
nossa Humanidade.

Palavras
são Fios que
a Alma tece.

(by Daniele)

17 comentários:

elisabete cunha disse...

Como pode ser tão linda por dentro e por fora?

Ensine-me o segredo!!

Novo email: elisabetecunha@bol.com.br

Miosotis disse...

Olá!
Passei por aqui...e gostei do que vi.
Parabéns pelo espaço e pela que escreve.
Um bem haja.

Guilherme disse...

Dani, só você poderia traçar com tanto sentimento e precisão o elo entre a poesia o sonho e a palavra.

Você é o Sonho em forma de mulher, a poesia em forma de encanto e a palavra na forma mais lírica que existe.

beijo

Lobo disse...

Lindo, os sonhos são o alimento da alma.

Beijos.

Tozé Franco disse...

Olá.
Gostei do que li e da apresentação.
O último poema é, simplesmente, genial. Em poucas palavras pode dizer-se muia coisa.

Sheherazade disse...

Dani,
Eu também morrí de rir com o teu comentário lá no Sheherazade. Pois é, amiga, na hora do "barraco" a minha família também é a melhor ... Hehehehehe!!!
Amei essa poesia em cadeia! Só mesmo uma poetisa do teu naipe poderia estabelecer tão bonito elo. Parabéns de novo.

Te adoro, visse?

hilda disse...

Poesia é a linguagem da alma, daqueles cuja sensibilidade a ouve.

Tua poesia Daniele, mostra tua alma linda!
Beijocas

Tina disse...

Oi minha querida!

E palavras / versos como os teus, enaltecem a alma que os lê.

beijos minha poetisa,

Farinho disse...

Querida amiga Dani,
É como eu digo no meu blog.
Poesia é a arte de expressar o que vai na alma, eu não conseguiría viver sem poesia.

Beijocas

elisabete cunha disse...

Bom dia minha luz de amor!

Tenha um dia lindo!
:)

cantabile disse...

huuummm .... quanta delicadesa!
lembra um beija-flor.
Pequeno, simples e belíssimo.
parabéns

Fúria das Águas disse...

Querida Daniele, vivemos de nossos sonhos a realizar e é tão bm sonhar.
Um lindo poema
Beijos
Fica bem
Furia

Carlos disse...

Sonhos, Sonhos
Machado de Carlos

Hoje o mar é azul só para ti,
o verde amadurece o seu pendão,
e o sangue fervilha no coração.
Amanhece: revela o bem-te-vi!...


O teu dia é alegria por aqui,
teu clima é de calor... de diversão!
Um perfume com marca de emoção,
festeja o porvir que vem por aí!


Tens a aragem pura, menina moça,
Meus olhos, ao ver tua pele, remoça!
... e revive os tempos de primavera!


Cantam pássaros no teu jardim,
procuram o pólen do teu jasmim,
eles desejam o Show da Nova Era!...

JPAnunciação disse...

Acabo de conhecer este seu blog graças à Vera, e fiquei sinceramente sem palavras, mesmo acreditando que as "palavras são fios que a Alma tece."
Muito, Muito Bom.
Um beijo.

Angela disse...

Querida amiga Daniele,

Nem todos conseguem ouvir a alma, o coração, os sonhos...
Nem todos conseguem ouvir a poesia...
E não falo apenas em relação aos outros mas sim em relação a nós próprios.

A poesia é a voz da nossa alma.

E tu tens uma alma maravilhosa!

Um grande beijinho para ti encantadora poetisa!

Vera disse...

Querida Amiga, só alguém tão genial consegue dizer tanto com tão pouco!
Poesia, sonho e palavras... tudo ligado, tudo cheio de amor!

Adoro-te!

Mil beijos da tua amiga e fã

Nilson Barcelli disse...

É notável a tua capacidade de síntese neste poema.
Querida amiga Daniele, desejo que tenhas um Bom Natal e um Feliz Ano Novo, na companhia e com o carinho dos que te são mais queridos.
(Se é repetido, mal não faz...)
Beijo.