3/13/2007

Síndrome

Sentimento
presente.
Presença
ausente.

Síndrome
irascível,
devora-me
cruamente.

Chaga ardente,
cala, tatua,
imagens de fogo
em minha mente.

Audaz,
delicadamente,
acalenta o amor,
consumindo-me
vagarosamente.

(by Daniele)

Ps: Imagem gentilmente cedida
pela fonte de inspiração, "Tatuado".

9 comentários:

Saramar disse...

Maravilhosamente sensual e, ao mesmo tempo, de uma doçura imensa, como só as mulheres sabem unir.

beijos

elisabete cunha disse...

Uau!!!!!
Dani , vc é linda demais!!!!
Tenha um lindo dia!!!!

Ricardo Rayol disse...

Quero agradecer de coração sua ajuda e a de todos as suas leitoras e leitores que votam em mim. Você é minha RP :-)

PS: Coomentei sobre teu poema no Haloscan.

elisabete cunha disse...

Dani, você existe??

Ou é uma fadinha da amizade sincera???
Te adoro..................

Farinho disse...

Qurida amiga Dani,
como sempre pronta a ajudar.

A foto está bonita, mas o texto supera qualquer das minhas singelas palavras, é sempre um prazer para os meus olhos ler a sua poesia.

Beijoquinhas doces

Cris disse...

OI Dani!
Sempre bom demais vir aqui! Tudo bem querida? Desejo que sim...
Como sempre, lindas palavras...
Qdo puder, apareça, tem post novo!
Bjão carinhoso, Crissssss....

Angela disse...

Esse síndrome até que é bem gostoso!

Querida Daniele, a foto do teu perfil está lindíssima!

Um grande beijinho para ti de quem te admira muito.

P.S.: Estes teus últimos poemas fazem-me recordar os poemas do Ricardo Rayol. As palavras soltam-se com imensa liberdade dando a impressão que saem directamente do coração!

elisabete cunha disse...

Menina,menina cê tá ficando muito sabida!!!!!......rs,rs,rs........

Viu que és fada????

beijos enormes da pessoa que te adora!!

Valéria disse...

Pandinha,
Passadinha rápida para deixar beijo ...

Beijos da Panda !

Val