6/19/2007

Chico Buarque: Puro Sentimento!

Hoje comemoramos os 63 anos de vida do maior
cancioneiro da nossa MPB, o magistral Francisco
Buarque de Hollanda
, compositor, cantor e escritor.
Falar sobre Chico é falar sobre "unanimidade nacional",
referência obrigatória em qualquer citação à música
brasileira. Chico é reverenciado mundialmente,
através das suas composições absurdamente
belas e através dos seus livros memoráveis.

Nos últimos quarenta anos, não há como separar a
influência poética, harmônica e melódica de suas
composições ao amadurecimento da MPB. Chico também
ficou marcado na música brasileira como o homem que
melhor conseguiu compor como mulher. Mulheres de
Atenas, Tatuagem, Atrás da porta, Folhetim,
Pedaço de mim, entre outras, são pérolas
de seu lirismo feminino.

"Preciso não dormir, até se consumar, o tempo da gente,
Preciso conduzir um tempo de te amar, te amando
devagar e urgentemente. Pretendo descobrir no
último momento, um tempo que refaz o que desfez,
que recolhe todo o sentimento e bota no corpo uma
outra vez. Prometo te querer até o amor cair doente,
doente...Prefiro então partir a tempo de poder a
gente se desvencilhar da gente. Depois de te perder
te encontro, com certeza, talvez num tempo da
delicadeza, onde não diremos nada...nada
aconteceu, apenas seguirei como
encantado ao lado teu"

(Todo o Sentimento: Chico Buarque e Cristovão Bastos)



Vez por outra Deus força a mão e cria um talento único.
Quando a este talento se unem a inteligência e a
sensibilidade, mesclando o artista ao intelectual,
a coragem ao humor e a cultura aos olhos verdes,
aí surge Chico Buarque de Hollanda.

"Quando olhaste bem nos olhos meus e o teu olhar era
de adeus, juro que não acreditei, eu te estranhei, me
debrucei sobre teu corpo e duvidei e me arrastei e
te arranhei e me agarrei nos teus cabelos, nos teus
pelos, teu pijama, nos teus pés, ao pé da cama, sem
carinho, sem coberta no tapete atrás da porta,
reclamei baixinho. Dei pra maldizer o nosso lar,
pra sujar teu nome, te humilhar e me vingar a
qualquer preço, te adorando pelo avesso, pra
mostrar que ainda sou tua...Só pra provar que
ainda sou tua... "
(Atrás da Porta: Chico Buarque e Francis Hime)


Chico é um desvario, artesão habilíssimo, lê as nossas
entranhas. Sua lírica dramática é extremamente
sensível ao corpo que sofre e goza. Sua poesia-
música está cheia de imagens de contundência
e intensidade corporal, ela capta a entranha
senvível e por isso é tão fina para o erótico,
o social (lendo o futuro tal como ele se
inscreve nas vísceras) e o feminino
sempre tão marcante.



"Ah, se já perdemos a noção da hora, se juntos já
jogamos tudo fora, me conta agora como hei de partir.
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios,
rompi com o mundo, queimei meus navios, me diz pra
onde é que ainda posso ir. Se nós, nas travessuras
das noites eternas, já confundimos tanto as nossas
pernas, diz com que pernas eu devo seguir. Se
entornaste a nossa sorte pelo chão, se na bagunça
do teu coração meu sangue errou de veia e se perdeu.
Como, se na desordem do armário embutido, meu paletó
enlaça o teu vestido e o meu sapato ainda pisa no teu.
Como, se nos amamos feito dois pagãos, teus seios
ainda estão nas minhas mãos, me explica com que
cara eu vou sair. Não, acho que estás só fazendo
de conta, te dei meus olhos pra tomares conta,
agora conta como hei de partir"
(Eu te amo: Chico Buarque e Tom Jobim)

Ouvir, ler Chico é ter uma riquíssima aula de língua
portuguesa é ser inundada pelo que há de mais belo,
denso e avassalador ! Saber de Chico é uma alegria
infinita, porque esse homem incomparável além de
todos os atributos que possui é Brasileiro!


A obra de Chico é tão genial, que ao ouvi-lá descobrimos
ser ela sozinha uma antologia da nossa música popular.

(by Daniele)

Deixo abaixo uma das músicas mais lindas da MPB,
letra de Chico Buarque e melodia de Tom Jobim,
"Eu Te Amo".

20 comentários:

Betty disse...

Dani querida
Sem palavras para comentar a linda homenagem ao Chico. Você já disse tudo, e maravilhosamente. Assim, prefiro deixar mais uma música, escolhida por ter marcado um tempo especial da minha vida. Lembro claramente da peça, com Bibi Ferreira: Gota d'Água.
Um beijinho da sua amiga,
Betty

Basta um dia

Pra mim
Basta um dia
Não mais que um dia
Um meio dia
Me dá
Só um dia
E eu faço desatar
A minha fantasia
Só um
Belo dia
Pois se jura, se esconjura
Se ama e se tortura
Se tritura, se atura e se cura
A dor
Na orgia
Da luz do dia
É só
O que eu pedia
Um dia pra aplacar
Minha agonia
Toda a sangria
Todo o veneno
De um pequeno dia

Só um
Santo dia
Pois se beija, se maltrata
Se come e se mata
Se arremata, se acata e se trata
A dor
Na orgia
Da luz do dia
É só
O que eu pedia, viu
Um dia pra aplacar
Minha agonia
Toda a sangria
Todo o veneno
De um pequeno dia

Guilherme disse...

Linda Dani, precioso texto sobre Chico Buarque. Não há o que acrescentar, apenas corroborar.
Que venha mais 63 anos de Chico para a nossa felicidade.

beijos
]aú[

pianomanga disse...

Oi Daniele, bom dia.
Cheguei ao seu espaco por ler o seu comentario la no sheherazade da
Regina Celia.Voce, assim como a Regina ja saem na dianteira por ou
vir Chico Buarque.Sabe aqueles DVDs
que a Tv Bandeirantes mostrou a al
gum tempo? Entao, o nome do meu blog saiu de um deles. Se voce per
mitir que eu volte, eu conto essa estoria.Forte abraço,bjjs e fique
na paz.
Ps:Se eu so lhe fisesse o bem talves fosse um vicio a mais... Trecho de "Injuriado"

Saramar disse...

Daneile, concordamos em mmuitas coisas, já percebi.
Para mim, "Eu te amo" é uma das mais lindas músicas do cancineiro popular brasileiro.
As mil coisas que estes versos contam são a própria vida amorosa.
A homenagem a Chico está belíssima, inigualável.
Parabéns!

beijos

Miosotis disse...

Minha boa amiga, antes de mais quero te dizer que tenho a alegre sensação de devre cumprido...por vc. Muito obrigada por me ter dado essa honra.
Depois, quero te agradecer o belíssimo poema de Chico que vc depositou no meu modesto cantinho. Lindo!
Eu adoro o Chico desde os meus tempos de menina e moça. Guardo ainda em vinil uma colectânea de 2 LPs. que me foram oferecidos quando eu tinha 18 anos. Xiii...
Faz tanto tempo!!!
Mas esse menino-Homem continua tocando fundo no meu coração.
E essa sua homenagem, que vc posta aqui, está digna sim.
Adorei ler vc, no carinho e admiração que lhe dedica.
Parabéns!
Deixo um enorme beijo para vc

Laura disse...

Tb falo d meu amor por ele :) lá. Bj laura

Ricardo Rayol disse...

Como sempre brinda-nos com seus maravilhosos resumos biográficos. Eu particularmente ojerizo o sujeito, mas por questões que vão além do seu inegável talento.

pianomanga disse...

Oi Daniele, boa tarde.
Encontrei seu blog atraves da simpa
tica Sheherazade.Voces duas ja saem
na dianteira so por ouvir Chico Buarque. parabens pelo blog e, se voce na proibir eu pretendo voltar
a visita-lo outras vezes. Forte abraço e fique na paz, tchau.

Sheherazade disse...

Danilinda,
Só tu, flor, pra prestar ao "nosso" amor (Que negócio é esse de individualizá-lo? Esqueceu das torcidas do Flamengo, Corinthians,etc...etc...?) a homenagem que ele merece, no seu dia. Ficou lindíssima - o que, diga-se de passagem, não é novidade nos teus escritos. Eu, meu bem, tenho até o celular dele na minha agenda ...Só que jamais terei coragem pra ligar. É só de charme, mesmo, pra fazer inveja às outras concorrentes ... hehehehehe!!!
Adoro tu, tu sabe, né?

Beijão!

Lino disse...

O Chico é mesmo ótimo e você acabou, assinalando o seu aniversário, escolhendo ótimas letras, que representam alguns dos momentos deste grande brasileiro e, sem dúvida, um gênio musical.

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

Sheherazade disse...

Danilinda!

Desculpe, mas não resistí e copiei o texto de Ruy Guerra sobre Chico, porque achei-o simplesmente MARAVILHOSO e representa tudo o que ele é, realmente. ADOREI, MINHA FLOR!
Brigaduuuuuuuuuuuuuuuuuu
Bjs.

Fúria das Águas disse...

Minha querida amiga Dani,já postei o presente que me deste. MInha amiga lendo a letra da musica aqui, podemos perceber o quanto é bela.
Um beijo enorme minha amiga
Fica bem
Guria

A.S. disse...

Chico Buarque ficará na História como um génio!...


Deixo-te um beijo Daniele!

Tina disse...

Dani: minha linda e querida amiga!

Até nisto estamos sintonizadas: eu sou fanzoca dele, e muito, muito antes de você (pode acreditar)! Chico é um dos poucos "nacionais" que me dizem alguma coisa. E creio que nesse ponto,talvez venhamos a discordar: eu sou fã de música de amor, americana, by Barry Manilow.

Mas isto é assunto para outro post, para outro Blog.

E ninguém é perfeito, certo?

beijos minha querida, fica bem.

Edson Luz disse...

Olá Daniele!

Chico Buarque, um artista merecedor do nosso maior respeito, que soube como ninguém falar de amor, descrever pessoas e situações do brasil, criticar uma época conturbada da nossa história e continua aí, sempre magistral. Uma homenagem muito bonita.

Sou um blogueiro recente e cheguei ao seu blog procurando sites sobre arte e cultura. Gostei muito e o adcionei a minha relação de blogs.

Faça uma visita e deixe um comentário: www.miscelaneavirtual.blogspot.com

Não tem muito material, aos poucos estou implementando.

Tudo de bom.

Edson Luz disse...

Olá Daniele!

Muito obrigado pelo comentário carinhoso e por ter adcionado meu blog a sua relação.

Vi seu poema "Eu te amo", muito bonito e aproveitando esse clima de amor do seu blog, em breve estarei postando um chamado "Amor Palavra", resumindo o que é essa palavra e o que ela exprime como palavra e significado.

Tenha uma Boa Tarde.

Anônimo disse...

Dani
o COMPUTADOR ESTAVA QUEBRADO.AGORA
volteiiiiiiiiiiiiiiiiii!


rsssssssssssssssssssssssssssss
SAUDADE!

ELISABETE CUNHA

hilda disse...

Daniele, estou pondo em dia a leitura desse blog inteligente onde se respira arte e amor.

Esse texto-homenagem ao Chico, está demais de maravilhoso.

Aproveito para agradecer, muito emocionada mesmo, o award que me presenteou... obrigada!

Beijos

Quem é Jesus? disse...

O ser humano, aprecia tudo o que é belo aos seus olhos, aos seus ouvidos e ao seu nariz, porque nossos espíritos foram feitos à imagem de Deus, Ele fez tudo agradável a Si Mesmo.
Não podemos ver Esse Sol espiritual, também não vemos a electricidade, mas ela faz girar quase tudo. Deus faz tudo, mesmo o que os cientistas não conseguem.